O IT2S Group, empresa de especializada em segurança de Porto Alegre, e a Unilassale, centro universitário sediado em Canoas, na região metropolitana, estão colaborando em uma pesquisa sobre perímetro definido por software (SDP, na sigla em inglês).

“A meta é desenvolver a primeira solução focada em SDP da América Latina”, projeta Leonardo Goldim, diretor da IT2S.

O projeto na Unilassale conta com dois bolsistas, liderados pelo professor Rafael Kunst, com financiamento da IT2S Group.

Goldim revela que já está em conversas com cinco instituições financeiras que podem vir a ser early adopters da solução, que deve estar pronta até o final do ano.

O SDP é um novo conceito de perímetro de rede definido por software, mais adequado para suportar tendências como a migração de sistemas para a nuvem.

O assunto já pipocou em previsões do Gartner sobre o futuro de soluções de segurança no final de 2015 e a Coca Cola é uma das pioneiras em adotar a abordagem na sua infraestrutura de TI.

Fundada em 2011, a IT2S Group foi uma das primeiras companhias brasileiras a focar no assunto segurança em cloud computing.

Goldim foi o fundador do capítulo brasileiro da Cloud Security Alliance, uma entidade internacional focada no tema, e participou do desenvolvimento das certificações CCSK e CCSP, as referências da área.

Fonte: Baguete